quarta-feira, 8 de setembro de 2010

HISTÓRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL

De acordo com o livro SÃO MIGUEL NA HISTÓRIA DOS FATOS, DE ANTONIO AUGUSTO, natural de São Miguel, nascido a 20 de outubro de 1922, a Câmara Municipal foi instalada no dia 15 de setembro de 1884. Vejamos o que expressa as páginas 121/122 do referido livro:
LEGISLADORES DA VILA DE SÃO MIGUEL DE 1884 – 1891
Conforme pesquisas feitas no livro nº 03, páginas diversas encontrei os assentamentos identificando o nome de cada legislador e suas funções respectivamente: inclusive as datas de cada período, como segue: JOSÉ ANTONIO DE CARAVALHO, Presidente declarou instalada a sessão de 15 de setembro de 1884, convidando e se fazer presente o Vice-Presidente MANOEL XAVIER DE CARVALHO E OS VEREADORES SEGUINTES:
FRANCISCO BORGES GURGÃO, SERVINDO DE Secretário, Vereador ANTONIO JOSÉ GONÇALVES JUNIOR, FELIX LUÍS DE ALBUQUERQUE, RAIMUNDO JOSÉ DA SILVA, MIGUEL FERREIRA DE CARVALHO, ANTONIO ELEUTÉRIO DE FREITAS, FRANCISCO MANUEL GONÇALVES JÚNIOR. Encontrei nas folhas 30 do livro 03 as assinaturas dos representantes de São Miguel na mesma ordem de assinatura de legisladores do período de 1884 a 1888
Continuando minhas buscas encontrei no mesmo livro, página 69 e verso e setenta, os seguintes legisladores referentes ao exercício de 1891: CORONEL MANOEL XAVIER DE CARVALHO, RAIMUNDO JOSÉ DE BESSA, SALVINO PINHEIRO BARBOSA, PEDRO RODRIGUES DE CARVALHO, VICENTE RIBEIRO MACHADO, ANTONIO JOAQUIM DE OLIVEIRA COSTA, JOSÉ ALEXANDRE DE ARAÚJO, MIZAEL DA COSTA NOGUEIRA, MANUEL MARTINS DE CARVALHO, JOÃO LEITE DE OLIVEIRA COSTA, JOSÉ ALFREDO XAVIER PINHEIRO
Assim poderemos verificar como se compunham as mesas legisladores da Vila de São Miguel, nos períodos acima citados, outros meios importantes de chefiar os assuntos relacionados a vila, dependiam não somente dos legisladores e sim do seu poder Supremo, cujo cargo era exercido pelo chefe político atualmente consagrado pelo seu povo, que o estimava e o depositava seu apreço de estima e muita consideração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário